Região Metropolitana da Baixada Santista

Sobre a RMBS

Criada em 1996, a Região Metropolitana da Baixada Santista é integrada por nove municípios: Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Monguaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente. A região é responsável por, aproximadamente, 2,8% do Produto Interno Bruto (PIB) paulista e concentra 4% da população estadual, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 2016.

Caracteriza-se pela diversidade de funções de seus municípios. Além do parque industrial de Cubatão e do Complexo Portuário de Santos, desempenha funções de destaque em nível estadual, como as atividades industrial e de turismo, e outras de abrangência regional, relativas aos comércios atacadista e varejista, ao atendimento à saúde, educação, transporte e sistema financeiro.

A RMBS tem presença marcante nas atividades de suporte ao comércio de exportação, originadas pela proximidade do complexo portuário. O Porto de Santos é o maior e mais importante da América do Sul. Para o Estado de São Paulo, o porto representa enorme avanço econômico, permitindo direcionamento de grande parcela de suas atividades industriais e agrícolas para o suprimento de mercados internacionais. 

Conheça o portal da Agência Metropolitana da Baixada Santista

Mapa da RMBS

Indicadores

MunicípiosÁrea (km²)¹População
2016¹
Densidade Demográfica 2016
(hab/km²)¹
TGCA
2010/2016 (%)²
PIB 2014
(mil reais)¹
Distância até
São Paulo (km)³
Bertioga 490,15 57.942 118,21 3,31 1.536.747 103
Cubatão 142,88 127.887 895,07 1,25 9.304.123 56
Guarujá 143,58 313.421 2.182,95 1,26 7.456.001 86
Itanhaém 601,85 97.439 161,90 1,90 1.434.501 106
Mongaguá 141,87 53.384 376,30 2,40 790.877 89
Peruíbe 324,55 65.907 203,07 1,64 1.416.759 135
Praia Grande 147,07 304.705 2.071,91 2,55 5.512.844 71
Santos 280,67 434.359 1.547,56 0,59 20.147.782 72
São Vicente 147,89 357.989 2.420,59 1,24 4.940.871 65

RMBS

2.420,50

1.813.033

749,03

1,44

52.540.505

¹Fonte: IBGE.
²Fonte: Emplasa.
³Fonte: DER - Departamento de Estradas de Rodagem.

Elaboração: Emplasa, GIP/CDI, 2017.

Topo