Governo de SP
Acessibilidade: C+ C-

Projeto Mapeia SP

Concepção do projeto, articulações e expectativas

Para a concepção e detalhamento do Projeto de Atualização Cartográfica do Estado de São Paulo a então Secretaria de Economia e Planejamento (SEP) convidou a Emplasa, o Instituto Geográfico e Cartográfico, o Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados (Seade), a Secretaria de Meio Ambiente, a Secretaria de Agricultura através da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral (CATI) e a Secretaria de Transportes através da Empresa de Desenvolvimento Rodoviário S/A (DERSA).

A articulação institucional envolveu a participação da Emplasa no Comitê de Normatização de Mapeamento Cadastral da Comissão Nacional de Cartografia (Concar); o desenvolvimento de Termo de Cooperação Técnica com a Diretoria de Geociências – Coordenação de Cartografia do IBGE; a representação da Emplasa no Fórum Sudeste das instituições que desenvolvem projetos de cartografia com o apoio do IBGE, entre outras articulações estaduais e locais, visando à utilização de dados confiáveis existentes. Nesse contexto, a Emplasa foi indicada pelo Estado para dar apoio institucional à implantação da Infraestrutura Nacional de Dados Geoespaciais.

A Emplasa baseou a elaboração do Termo de Referência da 2ª Etapa do Projeto às Especificações Técnicas para Estruturação de dados Geoespaciais Vetoriais (EDGV) e às Especificações Técnicas para a Aquisição de Dados Geoespaciais Vetoriais (ADGV), no Manual de Reambulação do IBGE, Perfil de Metadados Geoespaciais Brasileiros (MGB), entre outras referências cartográficas obrigatórias estabelecidas na legislação nacional, estritamente aplicadas desde a 1ª Etapa do Projeto.