Releases

Reunião da RMRP discute desempenho econômico e ambiental com o novo secretário de Meio Ambiente

05/09/2017

A 4º reunião do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Ribeirão Preto aconteceu na manhã desta segunda-feira, 04, na Associação de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do município. Entre os presentes, estavam o novo secretário estadual de Meio Ambiente, Maurício Brusadin; o subsecretário de Assuntos Metropolitanos, Edmur Mesquita; o presidente da Emplasa, Luiz José Pedretti; Duarte Nogueira, prefeito de Ribeirão Preto e presidente do Conselho; o deputado estadual, Wilson Gasparini e seu filho, o vereador Maurício Gasparini e o diretor presidente do Centro de Liderança Pública, Luiz Felipe d’Avila.

O prefeito Duarte Nogueira comandou o encontro dos 34 municípios que teve apresentação de Luiz Felipe d’Avila sobre os dados da economia do Estado de São Paulo, mostrando como a sofisticação dos produtos e bens da região pode aumentar o número de exportações a alavancar a economia. “Podemos adquirir um maior valor agregado dos bens da região ao aumentarmos a complexidade das máquinas e disciplinarmos a atuação e postura diante das exportações”, explicou.

O secretário Maurício Brusadin elogiou o bom trabalho que vem sendo feito nos aterros de resíduos sólidos e enfatizou que o principal objetivo é fomentar e criar novos canais de diálogo entre os consórcios e setores regionais para soluções economicamente viáveis.

Brusadin fez um anúncio ao prefeito anfitrião afirmando que Ribeirão Preto terá ainda neste ano um Poupatempo Ambiental, voltado à solução de problemas ambientais, como o licenciamento de projetos. “Vamos inaugurar até novembro o serviço, que tem como ideia central agilizar os serviços e garantir a execução de todas as leis para emissão dos licenciamentos”, afirmou. “O Poupatempo vai acelerar o licenciamento sem desrespeitas as regras ambientais. Isso vai facilitar muito os empreendimentos e a vida de muitas pessoas e de todas as cidades da região”, disse o prefeito. Edmur Mesquita também comemorou a ação. “A criação de um Poupatempo voltado para área ambiental será muito eficaz, uma vez que o município indicará o local para que o governo estadual faça os investimentos e a secretaria de Meio Ambiente fornecerá os técnicos de atendimento de prefeituras e empresas”.

Brusadin anunciou o desejo de ajudar os prefeitos e colocou a equipe da Secretaria à disposição. Também afirmou que a solução para os resíduos sólidos deve ser a contratação consorciada. “Vamos construir os equipamentos para atender às expectativas dos consórcios. A Desenvolve São Paulo tem uma linha de R$ 170 milhões para projetos de aterros”, afirmou. O secretário também informou sobre sua intenção de promover a descentralização dos licenciamentos ambientais. “Com pessoas capacitadas, o próprio consórcio pode fazer o licenciamento ambiental”.

Os prefeitos das 34 cidades que integram a Região Metropolitana de Ribeirão Preto terão uma audiência com o ministro das Cidades, Bruno Araújo, no próximo dia 12, às 15h30 em Brasília. A sugestão foi feita pelo presidente da Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano – Emplasa, Luiz José Pedretti.  

Próxima reunião

Duarte Nogueira consultou os prefeitos presentes e marcou para o dia 6 de novembro a próxima reunião do Conselho Regional de Desenvolvimento, também às 9 horas e no mesmo local, sede da Associação de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de Ribeirão Preto (Aeaarp).

Para o próximo encontro serão convidados três secretários estaduais: o da Agricultura e Abastecimento, Arnaldo Jardim; o de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga e o de Turismo, Fabrício Cobra Arbex.

Subsecretaria de Assuntos Metropolitanos

Topo