Notícias

RM de Ribeirão Preto elege presidente e vice-presidente do Conselho

27/03/2017

A instalação do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Ribeirão Preto aconteceu na manhã desta segunda-feira, 27, na sede da Associação de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (AEAARP) e contou com a presença de 22 prefeitos e do subsecretário de Assuntos Metropolitanos, Edmur Mesquita, entre outras autoridades.

Na ocasião, foram eleitos o presidente e o vice-presidente do Conselho de Desenvolvimento: Duarte Nogueira (Ribeirão Preto) e José Luis Romagnoli (Batatais), respectivamente. Também houve debate sobre assuntos relacionados à segurança pública, habitação, geração de empregos e transporte. “A área de transporte é estratégica, pois há maior integração entre os municípios. Portanto, temos que ter maturidade e consciência para dar andamento nesse processo”, explicou Edmur Mesquita.

A criação da Região Metropolitana de Ribeirão Preto é resultado de estudos técnicos executados pela Emplasa e da articulação política realizada, nos últimos anos, pela Subsecretaria de Assuntos Metropolitanos, ligada à Casa Civil. A sanção do Projeto de Lei Complementar nº 16/2016, que cria a unidade, foi assinada pelo governador Geraldo Alckmin em 6 de julho de 2016. Além da RM Ribeirão, Campinas, São Paulo, Baixada Santista, Vale do Paraíba e Litoral Norte e Sorocaba já são regiões metropolitanas institucionalizadas.

A Região Metropolitana de Ribeirão Preto é integrada por 34 municípios: Altinópolis, Barrinha, Batatais, Brodowski, Cajuru, Cássia dos Coqueiros, Cravinhos, Dumont, Guariba, Guatapará, Jaboticabal, Jardinópolis, Luis Antônio, Mococa, Monte Alto, Morro Agudo, Nuporanga, Orlândia, Pitangueiras, Pontal, Pradópolis, Ribeirão Preto, Sales Oliveira, Santa Cruz da Esperança, Santa Rita do Passa Quatro, Santa Rosa do Viterbo, Santo Antônio da Alegria, São Simão, Serra Azul, Serrana, Sertãozinho, Taiuva, Tambaú e Taquaral.

CONSELHO

O Conselho de Desenvolvimento da RM Ribeirão Preto terá poder para decidir sobre a execução de planos, projetos, programas e serviços e contará com a participação dos 34 prefeitos e representantes do Estado nas funções públicas de interesse comum. Será composto pelo presidente, vice-presidente e pela secretaria executiva (Agência/Emplasa).

 

Topo