Governo de SP

Notícias

Campinas é top em gestão ambiental

Cidade se manteve entre os dez primeiros colocados do Programa Município Verde Azul

26/12/2018

Mesmo caindo duas posições no ranking ambiental do Estado de São Paulo em 2018, Campinas se manteve entre os dez primeiros da classificação geral do Programa Município Verde Azul. O Município ocupa a sétima posição, com 91.58 pontos. A premiação ocorreu anteontem à noite em Apesar da perda de duas posições, cidade está em 7º lugar evento no Palácio dos Bandeirantes, com a presença do governador Márcio França (PSB) e do secretário de Estado do Meio Ambiente de São Paulo, Eduardo Trani.

A pontuação obtida coloca "A cidade tem mais de um milhão de habitantes, é diferente com relação aos desafios de cidades menores.” ROGÉRIO MENEZES Secretário municipal do Verde Campinas em primeiro lugar também entre os municípios das Bacias PCJ e da Região Metropolitana de Campinas (RMC). Este é o terceiro ano consecutivo que o Município assume a liderança nestes segmentos.

 “O desafio é permanecer entre as dez melhores. A cidade tem mais de um milhão de habitantes, é muito diferente com relação aos desafios da gestão ambiental de cidades bem menores. Isso torna ainda maior nossa satisfação com o reconhecimento do trabalho realizado nos últimos seis anos”, afirmou o secretário municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS), Rogério Menezes, que participou da cerimônia como presidente da Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (Anamma), compondo a mesa de autoridades e a entrega dos prêmios.

Alguns indicadores recentes de Campinas justificam a boa colocação no ranking. A cidade tem, por exemplo, mais de 140 hectares de Áreas de Preservação Permanente (APPs), além de ter plantado cerca de 1 milhão de mudas de árvores nos últimos cinco anos.

O Programa Município Verde Azul, iniciado em 2007, premia os municípios com melhor desempenho, levando em conta diversos quesitos ambientais, com o objetivo de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e valorização da agenda ambiental no Estado de São Paulo.

 Nesta edição de 2018, São José do Rio Preto apareceu na primeira colocação, com 94.65 pontos. Também ficaram à frente de Campinas as cidades de Botucatu (93.96), Santa Adélia (93.2), Fernandópolis (92.7), Novo Horizonte (92.64) e São Pedro do Turvo (92.63).

 Entre os municípios da RMC, sete ficaram entre as 50 melhores do Estado. Monte Mor, por sua vez, foi a pior da região, com 7.43 pontos, na modesta 464ã posição estadual. A reportagem tentou contato com a Prefeitura de Monte Mor, por meio de sua assessoria de imprensa, mas não obteve retorno.

Fonte: Correio Poupular

Data: 22/12/2018

Por: Renato Piovesan

Link: http://correio.rac.com.br/

Topo