Governo de SP

Notícias

Fique por dentro das notícias

São Paulo vai ajudar no desenvolvimento do Brasil

João Doria

A nova gestão administrativa do estado de São Paulo terá foco na aceleração do desenvolvimento econômico e social e na construção de soluções estruturais inovadoras para o bem-estar da sua população.

A tarefa exige trabalho árduo, valorização da liberdade para empreender e coragem para fazer. Esse é o espírito que fez a história de São Paulo e, desde o tempo das bandeiras, expandiu as fronteiras do território e da economia do Brasil.

Esse espírito foi a marca da Revolução Constitucionalista de 1932, da qual herdamos um legado de valores e disposição para a luta democrática. Em São Paulo foram construídos a indústria de ponta, as melhores estradas, um agronegócio pujante, polos médicos, científicos e tecnológicos de excelência internacional. 

As decisões deste estado em tempos históricos e atuais reafirmam o compromisso de liderar o processo de retomada econômica do país. São Paulo precisa ajudar o Brasil a crescer.

Por isso buscamos a construção de convergência com o governo do presidente Jair Bolsonaro, em apoio às reformas estruturantes, indispensáveis para o crescimento nacional.

Nossa terra é feita por brasileiros e gente de todas as origens, disposta a trabalhar por seus sonhos, acreditando no esforço e no mérito. 

noticia_e.jpg

Os brasileiros de São Paulo, de todas as origens, entre eles meu pai, nascido na Bahia, fizeram e fazem sua pujança. E têm direito a serviços públicos de qualidade, com presteza e eficiência.

1 12

Posse de João Doria

  1.    O governador João Doria e a sua mulher, Bia Doria /Greg Salibian/Folhapress

Nossas iniciativas serão voltadas para combater o crime, eliminar a burocracia, fortalecer a infraestrutura, ampliar a mobilidade, valorizar o ensino, facilitar o acesso à saúde, estimular o empreendedorismo e multiplicar oportunidades de emprego e renda.

Tolerância zero contra a criminalidade será a marca da segurança pública, como exigem as pessoas de bem. Começaremos criando mais unidades do Baep (Batalhão de Ações Especiais). É o padrão Rota sendo expandido para todas as regiões do nosso Estado. Em outra frente, vamos criar os Deics regionais, para reforçar a investigação e usar a inteligência no combate ao crime. E, com o programa SP + Seguro, colocar a polícia na rua.

Na área de infraestrutura, vamos ativar uma ampla política de concessões, privatizações e parcerias público-privadas, eliminando entraves para um ciclo econômico virtuoso de desenvolvimento e captura de novos investimentos.

Daremos celeridade a projetos estruturantes nas rodovias, incluindo a conclusão das obras da Tamoios, da Mogi-Bertioga e do Rodoanel Norte, artérias de desenvolvimento turístico e econômico. Além disso, 
colocaremos nos trilhos o tão esperado Trem Intercidades. Sempre com investimento privado.

O padrão Poupatempo será replicado em toda a esfera de serviços estaduais. O foco da Invest SP será incentivar quem emprega e quem se arrisca para abrir ou expandir seus negócios.

Na saúde, implantaremos o programa Corujão, experiência bem-sucedida da gestão paulistana, para reduzir filas de exames e cirurgias. A educação básica será mais bem tratada, bem como a expansão de Etecs e Fatecs, exemplos de ensino técnico de qualidade.

Desenvolvimento é a chave para a justiça social. Vamos olhar para os mais desfavorecidos, os que mais precisam de emprego, renda e cidadania. Essa é a inclusão verdadeira, sem ideologias, sem populismo. 

São Paulo é um estado de superlativos. Nas soluções e nos problemas. Exatamente por isso, os desafios exigem respostas bem planejadas, mas urgentes. E assim faremos. Com uma gestão enxuta, inovadora, focada na eficiência e na transparência. 

Como a história ensina, o crescimento de São Paulo é também o desenvolvimento do Brasil.

João Doria

Governador de São Paulo (PSDB); ex-prefeito de São Paulo (jan.2017 a abr.2018) e empresário.

Fonte: Folha de São Paulo

Data:

Link: https://www1.folha.uol.com.br/opiniao/2019/01/sao-paulo-vai-ajudar-no-desenvolvimento-do-brasil.shtml?loggedpaywall

07/01/2019 Leia na íntegra a mat&ecute;ria ( São Paulo vai ajudar no desenvolvimento do Brasil)


Sinais de esperança nas ruas

2018 termina como um ano de boas conquistas para a mobilidade urbana. Passo a passo, estamos avançando: contam pontos a favor o maior espaço dado às bicicletas nas cidades brasileiras e a melhoria do transporte coletivo, com investimento nos modais sobre trilhos e em ônibus elétricos, como você pode ver a seguir:

• O metrô em São Paulo saiu de 80 km em 2017 para 96 km neste ano, enquanto a CPTM modernizou as linhas e renovou sua frota com composições mais velozes e confortáveis.

• Os novos editais de licitação dos ônibus municipais abrem caminho para os veículos elétricos em São Paulo. Montadora que vem investindo em veículos elétricos, a Byd estima que cem ônibus elétricos estejam circulando no país até o primeiro semestre de 2019.

• A produção de bicicletas, segundo a Abraciclo, fecha o ano com um crescimento de 17% em relação a 2017.

• Surgiram em 2018 vários exemplos de investimentos nesse modal, como o Bikxi, taxi de bicicleta que opera nas ciclovias paulistanas, as bicicletas sem estações da Yellow, e mais empresas de serviços de entrega com bikeboys.

• A 30ª edição do Salão do Automóvel, em novembro, foi a mais “elétrica” de todas, com a apresentação de mais de vinte carros elétricos de diversas marcas. Ainda é muito pouco (apenas 0,2% do total do mercado), mas sem dúvida representa um avanço.

• De acordo com pesquisas da Aliança Bike, no Brasil 20% das lojas de bicicletas vendem elétricas e 78% dos lojistas que ainda não comercializam afirmam que querem ter este produto em seus negócios nos próximos anos.

• A mudança de hábitos de mobilidade entre os jovens, com o uso de aplicativos e opções de transporte mais sustentáveis, como bicicleta e patinete, fez com que a emissão de carteiras de motorista caísse no país pela quarta vez.

• A economia colaborativa cresce no país e atinge também a mobilidade. A empresa francesa de compartilhamento de caronas BlaBlaCar, que está no Brasil há apenas dois anos, comemora o aumento contínuo do interesse pelo aplicativo. O país é o quarto no ranking de assentos reservados, atrás apenas da Rússia, França e Espanha, países onde a empresa está presente há mais tempo.

• Movimentos em prol do transporte ativo (pedestrianismo e bicicleta) se multiplicam no país, mostrando a importância de adotar hábitos saudáveis e não poluentes nas metrópoles brasileiras. Feliz 2019!

Fonte: Metro Jornal

Data: 27/12/2018

Por: Pro Coletivo

Link: https://www.metrojornal.com.br/colunistas/2018/12/27/sinais-de-esperanca-nas-ruas.html

28/12/2018 Leia na íntegra a mat&ecute;ria (Sinais de esperança nas ruas)

Prefeituras paulistas investem R$ 83 milhões em infraestrutura em 2018

O investimento público é fundamental para impulsionar o desempenho econômico das cidades e melhorar a qualidade de vida da população. No Estado de São Paulo, para ter acesso a linhas de crédito com baixas taxas de juros e longos prazos, as prefeituras têm buscado a Agência de Desenvolvimento Paulista (Desenvolve SP). Ao longo 2018, com o suporte da instituição financeira, os municípios investiram R$ 83,4 milhões em obras de infraestrutura e outras melhorias, como a construção de distritos industriais para a atração de empresas, recape e asfaltamento de ruas e avenidas e a renovação de frotas municipais para uma melhor prestação dos serviços públicos.

Segundo dados do Ranking de Eficiência dos Municípios, 70% dos cidades brasileiras dependem em mais de 80% de verbas de fontes externas à sua receita. Neste cenário, as agências de fomento, como a Desenvolve SP, são uma alternativa para que gestores públicos não cessem os investimentos em função da crise econômica que o País ainda atravessa e da queda na arrecadação nos últimos anos. “A liberação do crédito para os municípios, no entanto, só acontece após a comprovação da saúde financeira e capacidade de endividamento das prefeituras, o que ajuda no planejamento e na realização de uma gestão mais eficiente”, explica Alvaro Sedlacek, presidente da instituição financeira.

Ainda segundo o executivo, planejamento para investir é fundamental. “Para ter acesso a crédito em qualquer instituição financeira, os municípios precisam elaborar e apresentar projetos técnicos viáveis, além de estar com toda a documentação e prestação de contas em dia, o que conta como contrapartida para tomada de crédito”, diz.

Impactos

Investimentos constantes em obras de infraestrutura e na modernização da administração municipal são essenciais para que haja a atração de empresas, a geração de empregos diretos e indiretos e, principalmente, a melhora constante na qualidade de vida da população. Em 2018, os R$ 83,4 milhões demandados pelos municípios a Desenvolve SP foram destinados para atender diversos projetos, sobretudo nas Regiões Administrativas de Campinas, Sorocaba, Ribeirão Preto e na Região Metropolitana de São Paulo.

Entre os que mais se destacam estão os investimentos em obras viárias, como pavimentação urbana, recape ou pavimentação de vicinais, na adequação ou construção de novos distritos industriais, e na renovação de frota de veículos municipais, como ambulâncias e ônibus escolares. “Estes são apenas alguns dos projetos que já ajudamos a tirar do papel. Há muitos outros, como a construção de arenas multiuso e ciclovias para incentivar o esporte, a cultura e o lazer, e até mesmo a implantação de sistemas modernos de iluminação pública, que garantem mais segurança às pessoas e economia às administrações municipais”, diz Sedlacek.

Como acessar

Atualmente, a Desenvolve SP disponibiliza aos municípios linhas de crédito com taxas de juros a partir de 0,25% ao mês, acrescida da SELIC, e prazos para pagamento que chegam até seis anos, incluindo um ano de carência. A liberação dos recursos ocorre somente após a comprovação da capacidade de endividamento das prefeituras e da aprovação da Secretaria do Tesouro Nacional, usando como garantias as cotas do ICMS e/ou do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Desde 2010 já desembolsou R$ 540,6 milhões em financiamentos com essa finalidade.

Para entender o papel da Desenvolve SP no fortalecimento da economia paulista, conheça a websérie “Transformado Cidades”, que apresenta importantes projetos do setor público financiados pela instituição nos últimos anos. Confira em www.desenvolvesp.com.br/transformando-cidades/.

Fonte: ABC do ABC

Data: 26/12/20118

Por: Redação

Link: http://www.abcdoabc.com.br/abc/noticia/prefeituras-paulistas-investem-r-83-milhoes-infraestrutura-2018-75151

28/12/2018 Leia na íntegra a mat&ecute;ria (Prefeituras paulistas investem R$ 83 milhões em infraestrutura em 2018)

Campinas é top em gestão ambiental

Mesmo caindo duas posições no ranking ambiental do Estado de São Paulo em 2018, Campinas se manteve entre os dez primeiros da classificação geral do Programa Município Verde Azul. O Município ocupa a sétima posição, com 91.58 pontos. A premiação ocorreu anteontem à noite em Apesar da perda de duas posições, cidade está em 7º lugar evento no Palácio dos Bandeirantes, com a presença do governador Márcio França (PSB) e do secretário de Estado do Meio Ambiente de São Paulo, Eduardo Trani.

A pontuação obtida coloca "A cidade tem mais de um milhão de habitantes, é diferente com relação aos desafios de cidades menores.” ROGÉRIO MENEZES Secretário municipal do Verde Campinas em primeiro lugar também entre os municípios das Bacias PCJ e da Região Metropolitana de Campinas (RMC). Este é o terceiro ano consecutivo que o Município assume a liderança nestes segmentos.

 “O desafio é permanecer entre as dez melhores. A cidade tem mais de um milhão de habitantes, é muito diferente com relação aos desafios da gestão ambiental de cidades bem menores. Isso torna ainda maior nossa satisfação com o reconhecimento do trabalho realizado nos últimos seis anos”, afirmou o secretário municipal do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SVDS), Rogério Menezes, que participou da cerimônia como presidente da Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (Anamma), compondo a mesa de autoridades e a entrega dos prêmios.

Alguns indicadores recentes de Campinas justificam a boa colocação no ranking. A cidade tem, por exemplo, mais de 140 hectares de Áreas de Preservação Permanente (APPs), além de ter plantado cerca de 1 milhão de mudas de árvores nos últimos cinco anos.

O Programa Município Verde Azul, iniciado em 2007, premia os municípios com melhor desempenho, levando em conta diversos quesitos ambientais, com o objetivo de medir e apoiar a eficiência da gestão ambiental com a descentralização e valorização da agenda ambiental no Estado de São Paulo.

 Nesta edição de 2018, São José do Rio Preto apareceu na primeira colocação, com 94.65 pontos. Também ficaram à frente de Campinas as cidades de Botucatu (93.96), Santa Adélia (93.2), Fernandópolis (92.7), Novo Horizonte (92.64) e São Pedro do Turvo (92.63).

 Entre os municípios da RMC, sete ficaram entre as 50 melhores do Estado. Monte Mor, por sua vez, foi a pior da região, com 7.43 pontos, na modesta 464ã posição estadual. A reportagem tentou contato com a Prefeitura de Monte Mor, por meio de sua assessoria de imprensa, mas não obteve retorno.

Fonte: Correio Poupular

Data: 22/12/2018

Por: Renato Piovesan

Link: http://correio.rac.com.br/

26/12/2018 Leia na íntegra a mat&ecute;ria (Campinas é top em gestão ambiental )

41-45 of 575<  ...  4  5  6  7  8  9  10  11  12  13  ...  >